Por que ter arte sacra em sua casa muda a maneira como você vive

A arte é um tipo de “encarnação”, pois pega uma visão do mundo e a corporifica

Eu costumava sonhar em ser o próximo Van Gogh. Eu ficava sentado em meu quarto por horas desenhando e pintando, tentando capturar a intensidade da beleza que brilhava em suas pinturas. Em uma pintura de Van Gogh, o mundo inteiro se torna sagrado e zumbe positivamente com graça. Ele pintou tudo o que viu com um amor cheio de ternura. E o amor permitiu-lhe ver profundamente a verdade do universo. Enfim, na época em que fui para a faculdade, decidi não seguir carreira na arte. Mas ainda amava pintar o suficiente para me formar em uma escola de arte, pois queria continuar melhorando. E hoje, gosto especialmente de ter algo de arte sacra em casa.

Na verdade, obviamente, eu nunca cheguei nem perto da estatura de um Van Gogh em minhas habilidades artísticas. Mas ainda gosto de pegar os lápis de vez em quando e tentar produzir algo legal. Na verdade, há anos faço obras de arte para meus filhos. Especificamente, faço uma imagem do santo que deu nome a eles. Para os primeiros três filhos, eu ainda tinha tempo, energia e espaço no ateliê para fazer uma pintura a óleo. Para os três subsequentes, passei a fazer desenhos a lápis.

Significado
À medida que nossa família crescia e minhas responsabilidades ocupavam mais meu tempo, fiquei para trás nos desenhos para as crianças mais novas. Mas um dia minha filha de quatro anos voltou seus grandes olhos castanhos para mim e com o tipo de inocência que derrete o coração de um pai perguntou quando eu iria fazer a imagem de sua santa. Então comecei imediatamente e, quando aquela foto de Santa Edith Stein foi emoldurada e ocupou seu lugar na parede, seus olhos brilharam de entusiasmo. Finalmente, ela teve sua foto. Eu não tinha percebido o quanto esse presente significava para as crianças.

Muitas famílias católicas têm uma imagem do Sagrado Coração em um lugar de destaque em sua casa. A imagem é um ícone de bênção sobre sua família, uma expressão de amor no coração de seu lar. Também estive em muitas casas onde um crucifixo é colocado perto da porta como um lembrete visível a todos os que saem por essa porta para levar o amor de Cristo com eles aonde quer que vão.

E se estamos falando sobre arte sacra associada a um lar católico, não podemos deixar de fora a estátua de Maria no quintal. A colocação de Nossa Senhora no exterior é uma expressão pública de fé e também uma forma doce de expressar que Nossa Senhora ama as flores do campo. Na verdade, a beleza ao nosso redor no mundo criado é um reflexo da beleza de seu filho. Enfim, é uma espécie de pintura de Deus na qual ele colocou seu coração e alma: quanto mais silenciosos estamos e quanto mais profundamente olhamos, mais profundidade é revelada. É por isso que Maria ama todas as coisas belas e deseja que também experimentemos e amemos as coisas belas.

A importância da arte sacra em casa
Suponho que seria fácil lembrar-me mentalmente, cada vez que saísse de casa, que desejo agir de maneira virtuosa como Cristo. É um lembrete de que preciso desesperadamente. No entanto, esse lembrete é muito mais comovente quando realmente vejo o crucifixo da família. Assim vejo com meus próprios olhos o que significa dedicar-me a amar o próximo e esse conceito se torna mais real.

Também seria fácil lembrar a mim mesmo que entreguei meu coração à minha esposa e me comprometi a sacrificar qualquer coisa em nome de minha família. Mas tal pensamento corporifica-se quando olho para a imagem do nosso Sagrado Coração. De fato, um coração traspassado e partido pode ser o preço do amor. Mas esse custo vale absolutamente a pena, porque o amor é mais forte do que qualquer força disposta contra ele.

Eu imaginei que cada um de meus filhos teria uma conexão com seu santo padroeiro. E minha filha respondeu com grande alegria ao realmente ver a foto do santo. De repente, ela tinha um rosto para colocar com seu nome compartilhado. Esta era a verdadeira mulher de carne e osso – Edith Stein – que agora é sua companheira de viagem ao longo da vida.

Comunicação da fé através dos sentidos
A arte é encarnação, o que significa que pega uma visão do mundo e dá corpo a ela. Na verdade, a arte se comunica através dos sentidos. Nós olhamos para a pintura, ouvimos música e ela entra em nossa imaginação. É por isso que ter arte em nossas casas é tão importante, especialmente a arte sacra.

De fato, a fé não é uma ideia, é uma realidade viva que respira fisicamente. Nosso Senhor andou nesta terra. Os santos, pessoas com personalidades únicas que viveram em circunstâncias concretas, são membros da nossa família.

Enfim, existe maneira melhor do que através da arte sagrada para aumentar nossa própria família individual e abrir nosso lar para o abraço de uma família tão vasta, amorosa e espiritual?

Fonte: Aleteia

.::LINKS ÚTEIS::.

Menu